Travessia Cobiçado – Ventania

O ano iniciou e quando começamos a fazer o nosso calendário de trilhas, tínhamos uma meta em mente: novos lugares, mas que dessem para ser feitos em apenas um fim de semana. O nosso trabalho este ano está nos limitando um pouco em datas, então precisaríamos de lugares que não demandassem grandes deslocamentos e logísticas absurdas.

Primeira Travessia 2017

Comecei a pesquisar e vi umas fotos incríveis de uma amiga nesta travessia. A Sa, conversou com um amigo de Niterói (o Léo, da Pitbull Aventura), que prontamente se disponibilizou a nos guiar nesta trilha. Léo convidou três amigos, Vander, Marcos e Zé, que nos acompanhou e tornou o dia muito divertido.

Saímos de Niterói às 5h da manhã, rumo à Petrópolis. Ano passado já estivemos lá para fazer a travessia Petrópolis – Teresópolis , então já conhecíamos um pouco o lugar. 

Eram 7h30 da manhã e já estávamos iniciando a trilha. A trilha começa no bairro Santa Isabel. Paramos o carro ao lado de uma igrejinha branca e azul, e iniciamos a subida por uma estrada de terra. 

Começo da Subida

Onde paramos o carro… início da Travessia!

Subida íngreme, mas não tão dura, seguimos por ela por aproximadamente 3kms onde encontramos a placa que dava início “oficialmente” à trilha.

Subindo…

Subindo…

Neste momento entramos em um single track lindo, com uma subida um pouco mais dura. Já subíamos em direção ao cume do Cobiçado, o primeiro pico da Travessia. E o visual era incrível por onde olhávamos.

Onde está Sasa?

Achouuuu

Atingimos o Cobiçado com aproximadamente 1h30 de caminhada bem tranquila. Quando chegamos, as nuvens encobriram um pouco o visual, porém não tirou nada da beleza do lugar!

Topo do Cobiçado

Ficamos ali por uns 20 minutos, e então seguimos em direção ao Pico dos Vândalos. Mais single track e mais uma meia hora de caminhada e chegamos ao segundo pico. E para nossa surpresa o tempo já estava completamente aberto e dava para ver a Baía de Guanabara inteira. Dava pra ver o Pão de Açúcar e o Cristo, a Ponte Rio-Niterói… um visual de encher os olhos.

Panorâmica com a Baia de Guanabara ao fundo

Dali seguimos em direção à nossa última parada: Alto do Ventania. O caminho até lá, passa contornando a Pedra do Diabo,  uma trilha bem próxima à pedra.

S2

Depois disso entramos em uma descida um pouco mais difícil e então chegamos na parte final rumo ao Ventania, um caminho pela crista da montanha. Demais!!! Adoro cristas!! Me dá uma sensação de fazer parte de tudo aquilo.

Na crista…

Na crista…

Na crista…

Chegamos então ao Alto do Ventania, e fizemos nossa última parada antes de iniciarmos a descida. Única frustração: no Ventania NÃO ventava!! Como assim!?!? Hahahahaha

Alto do Ventania

Pausa para refrescar…

A descida era bem tranquila, rumo ao Bairro Caxambú, mais uns 3kms via single track e mais 3kms por estrada de terra até chegarmos de volta na igrejinha onde estacionamos o carro.

DICAS

A Travessia completa totalizou 15kms. Porém o nível de dificuldade eu considerei baixo para quem já está bem treinado. Para quem está começando a trilha tem um nível de dificuldade médio. 

A distância total foi de 14km, com um ganho de 1000mts de altimetria.

Para acessar a trilha não tem custo nenhum, apesar dela fazer parte do Parnaso, não acessamos pelo parque. Os custos são de deslocamento com combustível e pedágios.

Agradecemos imensamente ao Leo e seus amigos pela companhia, por nos guiar, e pelas fotos incríveis.

Quem for da região do Rio e Niterói, o Léo trabalha como guia de trilhas e também com escalada. É só seguir tanto no Face como no Insta: @pitbullaventura

Fotos: Segue o Velhinho

=)

Vale a pena incluir esta travessia no seu roteiro.

E não acaba por aqui, porque nosso fim de semana foi bem intenso e no próximo Post contaremos como foi nossa primeira experiência com mergulho!!

#televopratrilha GOES TO #televopromar

3 comentários sobre “Travessia Cobiçado – Ventania

Deixe seu comentário