KTR – Ilhabela – Como Foi!

Antes tarde do que nunca, aí vai meu depoimento da KTR Ilhabela.

Depois de uma semana muito corrida, finalmente tive tempo de sentar e escrever… a rotina de trabalho está bem puxada… me perdoem rsrs

Uma semana atrás aconteceu a etapa final da KTR Series. Para quem não conhece a KTR, é uma série de corridas de montanha, bem desafiadora, daquelas quanto pior, melhor. Em 2014 e 2015 participei de todas as etapas, mas neste ano não tinha participado ainda, pois estava com foco em outras provas. A etapa de Ilhabela era novidade no circuito e como todos meus alunos animaram decidi participar, também.

No Pico do Baepi… Nublado! ?

A prova contava com várias distâncias… 10km, 21km, 40km e 5km no domingo, sendo um desafio vertical (5km com 1000mts+).   Eu optei por 21km,  que no final foram 19km, mas com respeitáveis 1600mts de ganho de altimetria. Uma senhora subida.

img_0518

A sofrência na subida! ?

A largada foi na praia do Perequê e logo de cara uma subida dura. Eu não estava nos meus melhores dias, então foi aquele tipo de prova que não fiz muita força. Mas diferentes das outras etapas da KTR que já participei, nesta dava para correr. Explico. Normalmente, as KTR’s são provas extremamente truncadas, de alto nível técnico, com subidas duríssimas e descidas complicadas, o que tornam as provas bem travadas. Ou seja, corrida de montanha de verdade. Mas nessa etapa dava para desenvolver bem.

Chegada!!

pico do baepi

Certamente a parte mais dura e quem correu vai concordar comigo, foi a subida para o Pico do Baepi, parte principal da prova. eram “apenas” 2,5km de subida, mas que acumulavam quase 1000mts + extremamente técnicos. E para deixar mais difícil era um bate e volta pelo mesmo caminho. Então cruzávamos com quem descia ou subia. E isso atrapalhou um pouco, pois tem muita gente que não dá passagem para os mais rápidos, travando mais ainda a prova.

img_0524

A GAIA foi lá me receber! ❤️

No geral, gostei muito da etapa. Adoro correr na mata atlântica, e o visual da Ilha é de encher os olhos. A única crítica que tenho da prova, é sobre o que citei acima, sobre o bate e volta em alguns trechos. Sei que em alguns trechos é a única saída, mas atrapalha bastante os atletas.

Fechei os 19kms em 4h45… em 19º geral de 77 e em 4º lugar na categoria até 30 anos. Até que não foi ruim, para um bad day hahhaha

E você, o que achou da prova? Conta pra gente!!

Deixe seu comentário